Skip to content

ASAS DO DESEJO

outubro 23, 2008

Me parece que uma das mudanças mais óbvias na cultura contemporânea é que a era do computador tornou possível fingir que somos imortais. Todos nós – eu, você e todas essas pessoas aqui – estamos sempre correndo atrás do tempo perdido, com mais e mais coisas que precisamos fazer, mas não conseguimos dar conta. Temos uma vida tão rica e, ao mesmo tempo, vivemos cada vez menos no presente. E a tecnologia à nossa disposição –dispositivos eletrônicos, computadores, internet, email, câmeras, celulares – não ajuda a nos manter sintonizados com o nosso tempo. Na verdade, todos fingimos ser imortais, é uma doença contemporânea. A realidade é que muitos vão chegar ao fim algum dia e perceber que perderam a maior parte de suas vidas, que não estavam lá e jogaram tudo fora. Então pensei que se ficássemos conscientes de nossa mortalidade novamente, poderíamos melhorar nossas vidas, mais dispostos a viver no presente. Ao lidar com o assunto, achei inevitável confrontar a morte e o lugar para isso é o cinema, onde você pode de fato encontrá-la.
Não há solução melhor.
(Wim Wenders)

One Comment leave one →
  1. outubro 23, 2008 1:11 pm

    belo filme e belo texto.

    abraços!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: